| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Contos e Poesias
Desde: 05/07/2004      Publicadas: 3      Atualização: 17/07/2004

Capa |  Contos


 Contos

  05/07/2004
  0 comentário(s)


Projeto Templo Obscurus

Projeto sobre Paganismo

Todas as vezes que ouço falar em Projeto, fico gelada, a imaginar aqueles intermináveis sermões chatos e cansativos.
Um dia fui convidada a fazer parte de um.
Levei um susto, justo eu, que procuro passar despercebida, cheia de receios aceitei o convite.
Já faz algum tempo, que as pessoas envolvidas nesse Projeto, vem trabalhando, sem fazer alarde. Quando dei por mim estava envolvida de corpo e alma. Analisando cada lance, cada dado novo e numa expectativa crescente. Por vezes, cheguei a me desesperar. Pensava no que uma pessoa como eu poderia ajudar?
Esse Projeto, o Templo Obscurus, nasceu acredito eu da necessidade de aceitação de todas as vertentes do Paganismo, não quero disser com isso que quem segue essa ou aquela vertente deva deixar ou modificar sua crença, mas sim que podemos aprender sempre um pouco mais.
Minha concepção sempre foi abrangente.
Acredito que possamos conviver bem, aprender a respeitar os outros e com isso crescermos, não só em Magia, mas principalmente na nossa vida cotidiana.
Magia pra mim é isso um modo de encarar a vida, aquela de todos os dias e descobrir sempre um novo modo de ver, coisas tão nossas conhecidas.
Espero do fundo da minha alma e coração, que todos os envolvidos no nosso Templo, se sintam em casa, cada um na sua área, mas sabendo que podemos e devemos compartilhar.
Façamos do Templo Obscurus algo lindo, mágico e forte.
Pois foi com essa idealização que ele nasceu. Não queremos ser maior ou melhor do que os outros podemos somar.
O Paganismo no Brasil merece todos os esforços para seu desenvolvimento. Somos um povo místico por natureza. Temos a força da sobrevivência arraigada em nós, mesmo quando não acreditam, quando querem que desistamos, aí somos mais fortes e determinados.
Façamos isso também pelo Paganismo Nacional.
Quero que todos os amigos, os mais velhos e queridos, tanto quanto os novos e que serão queridos com certeza, sintam-se confiantes de que aqui não serão podados.
De que aqui é um lugar seguro e um abrigo contra as discussões inúteis e tão nossas conhecidas. Façamos do Templo, nosso oásis.
Lugar de refazimento e de amizades profundas e verdadeiras.



  Mais notícias da seção Poesias no caderno Contos
17/07/2004 - Poesias - Amazonas
Amazonas ...
17/07/2004 - Poesias - Minhas explicações
Não sei fazer poesia rimada. O que escrevo me vêem à mente como desejos, sonhos e traduzo o que sinto através de palavras. ...



Capa |  Contos
Busca em

  
3 Notícias